Notícias

  • Annual Meeting 2020

    “HEALTH 4.0: Designing tomorrow’s healthcare” é o tema do congresso, que decorre entre os dias 19 e 21 de março de 2020

  • Dia da Integração 2019

    Atividades de acolhimento aos estudantes do 1º ano decorrem a 25 de setembro

  • Publicidade Institucional
  • Estudante Internacional
Informação Geral

Informação Geral


 CALENDÁRIO

 

1ª Fase

2ª Fase

3ª fase

Candidatura a concurso

de 7 de janeiro a 8 de fevereiro

de 4 de março a 22 de março

de 15 de abril a 31 de maio

Divulgação dos resultados

até 22 de fevereiro

até 5 de abril

até 14 de junho

Compromisso de matrícula

de 25 de fevereiro a 1 de março

de 8 a 12 de abril

entre 17 de 21 de junho

 

CONCEITO DE ESTUDANTE INTERNACIONAL

1. O estudante internacional é o estudante que não tem nacionalidade Portuguesa.

2. Não são abrangidos pelo disposto no ponto anterior:

  • Os nacionais de um Estado-Membro da União Europeia;

  • Os familiares De portugueses ou de nacionais de um Estado membro da União Europeia, independentemente da sua nacionalidade;

  • Os que, não sendo nacionais de um Estado membro da União Europeia e não estando abrangido pela alínea anterior, resida legalmente em Portugal há mais de dois anos de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretende ingressar no ensino superior, bem como, os filhos que com ele residam legalmente;

  • Os que sejam beneficiários, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior, de estatuto de igualdade de direitos e deveres atribuídos ao abrigo de tratado internacional outorgado entre o Estado Português e o Estado de que são nacionais;

  • Os que requeiram o ingresso no ensino superior através dos regimes especiais de acesso e ingresso regulados pelo Decreto-Lei nº393- A/99, de 2 de outubro, alterado pelo Decreto-Lei nº272/2009, de 1 de outubro.

3. Não são igualmente abrangidos pelo disposto no nº1 os estudantes estrangeiros que se encontrem a frequentar uma instituição de ensino superior portuguesa no âmbito de um programa de mobilidade internacional para a realização de parte de um ciclo de estudos de uma instituição de ensino superior estrangeira com quem a instituição portuguesa tenha estabelecido acordo de intercâmbio com esse objetivo.

  

CONDIÇÕES DE ACESSO

Podem candidatar-se ao Concurso todos os estudantes internacionais, que:

  • Sejam titulares de uma qualificação estrangeira que, no país em que foi obtida, lhes confira o direito de candidatura e ingresso no ensino superior desse país;

  • Sejam titulares de um diploma de ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente.

Cumulativamente, os candidatos devem demonstrar possuir conhecimentos nas matérias das provas de ingresso portuguesas, sendo o seu nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos através do regime geral de acesso e ingresso.

A qualificação académica específica pode ser demonstrada de uma das seguintes formas:

i) Através da realização, com aproveitamento, das provas de ingresso portuguesas fixadas para o ciclo de estudos em causa, por parte dos titulares de um curso de ensino secundário português ou, como aluno autoproposto, para titulares de um curso de ensino secundário não português;

ii) Através da realização do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio - Brasil), ou de outro sistema de ensino previamente reconhecido pela Instituição

iii)Através da realização dos Exames do Instituto Politécnico de Coimbra para Estudantes Internacionais;

iv) Através de apresentação de documentação que comprove que na sua formação escolar obteve aprovação nas componentes curriculares que integram os conhecimentos abrangidos pelas provas referidas em i).

 

CONHECIMENTO DA LÍNGUA

A frequência de qualquer um dos ciclos de estudos de licenciatura da Escola Superior de Tecnologia da Saúde (ESTeSC) do Instituto Politécnico de Coimbra exige um domínio independente da língua portuguesa (nível B2, de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas), comprovado de uma das seguintes formas:

i) Comprovação documental, onde conste a referência ao nível do domínio da língua de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas.

ii) Comprovação através da realização de uma prova escrita e oral, com aprovação, na ESTeSC.

Estão excecionados das disposições anteriores os candidatos que sejam provenientes de países cuja língua oficial é o português ou que tenham frequentado o ensino secundário em língua portuguesa.

 

PRÉ-REQUISITOS

Terão de ser comprovados pelos candidatos os pré-requisitos fixados pelo Despacho SP/174/2018.

  

CANDIDATURAS

As candidaturas são apresentadas através de formulário.

Consulte aqui informação sobre os documentos necessários à candidatura e procedimentos de seleção.

 

VAGAS 

CURSO

VAGAS 

Audiologia

10

Ciências Biomédicas Laboratoriais

4

Dietética e Nutrição

3

Farmácia

10

Fisiologia Clínica

7

Fisioterapia

4

Imagem Médica e Radioterapia

5

Saúde Ambiental

14

 

LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

Para mais informações, pf consulte a página do Instituto Politécnico de Coimbra

® ESTESC | Todos os direitos Reservados.   POSI POSI EU W3C css W3C xhtml