Notícias

  • Publicidade Institucional
  • Estudante Internacional
FallSensing

FallSensing

O FallSensing é um projeto de três anos, em consórcio, entre a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC), a empresa Sensing Future Technologies e o centro de investigação Fraunhofer AICOS, e é financiado por Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (Portugal2020).

Resultou de uma vontade coletiva, em que diferentes ângulos de visão – clínico, tecnológico, investigação – associados a um trabalho de uma equipa interprofissional dinâmica e focada na inovação e na qualidade, possibilitou ver a candidatura aprovada.

O objetivo do FallSensing é criar e introduzir no mercado uma solução tecnológica que torne possível o rastreio e monitorização do risco de queda e a implementação de planos de prevenção na população idosa. Para prevenir, é necessário uma intervenção precoce, como é o caso deste rastreio, indicado para pessoas a partir dos 50 anos de idade.

As quedas são um dos problemas de saúde mais comuns, particularmente em adultos mais velhos, representam mais de 50% das hospitalizações por lesões neste grupo etário e são consideradas uma das principais causas de institucionalização e perda de independência e funcionalidade. Têm uma origem multifatorial, no entanto, a maioria dos fatores de risco de queda podem ser minimizados, nomeadamente através do fortalecimento muscular e equilíbrio e/ou alterações comportamentais e ambientais.

Ainda assim, a avaliação do risco de queda e a implementação de planos de intervenção raramente fazem parte da rotina dos serviços de saúde. É neste sentido que surge o FallSensing, com o intuito de criar uma nova tecnologia simples, adaptada a diferentes casos de uso, transportável e com baixos custos de operação, de forma a tornar a prevenção de quedas acessível a toda a população.

A ESTeSC terá um papel fundamental na validação dos testes do rastreio, avaliação do risco e dos programas de exercício em diferentes contextos clínicos (hospital, centro de saúde, clínicas) e comunitários (lares de idosos, centros de dia, municípios, entre outros).

O arranque do projeto aconteceu em novembro de 2015, e neste momento, a disseminação do projeto está a ser feita ao público em geral e a potenciais utilizadores finais.

Contacto:

Investigadora Principal
Anabela Correia Martins

anabelacmartins@estescoimbra.pt

® ESTESC | Todos os direitos Reservados.   POSI POSI EU W3C css W3C xhtml