Notícias

  • Publicidade Institucional
  • Estudante Internacional

Fisioterapia

APRESENTAÇÃO

A organização do curso de fisioterapia e o conjunto das unidades curriculares, a sua sequência, bem como, a metodologia prevista para a sua leccionação visam de modo claro a formação de um licenciado que deverá revelar um perfil mínimo de competências necessárias ao exercício qualificado da fisioterapia, incluindo as específicas da profissão, as genéricas e habilitadoras, as relacionadas com as bases cientificas da fisioterapia e as referentes aos contextos da prestação de serviços.

A descrição dos objectivos visados pelo 1º ciclo de estudos em fisioterapia está centrada no conjunto de conhecimentos e competências gerais e específicas a adquirir durante aquele ciclo pelos licenciados em fisioterapia.

Enquadram-se nas competências gerais, os objectivos relacionados com: bases científicas da fisioterapia; responsabilidade e autonomia profissional; relações profissionais; competências pessoais e profissionais; contexto profissional e do empregador; identificação e avaliação das necessidades de cuidados sociais e de saúde e competências reflexivas e de gestão de informação.

Competências específicas da profissão:

  • Capacidade de aplicar técnicas de avaliação de Fisioterapia apropriadas;

  • Utilização eficiente e segura de exercícios terapêuticos, englobando tomada de decisões, definição de objectivos e desenho de programas de exercícios;

  • Utilização eficiente e segura de terapia manual, na aplicação de mobilização, manipulação, massagem e técnicas de terapia respiratória;

  • Utilização eficiente e segura de meios electrofísicos, na selecção e aplicação de diversas modalidades baseadas na utilização terapêutica de energia eléctrica, térmica, luminosa, sónica e magnética;

  • Utilização eficiente e segura do meio aquático, na selecção e aplicação de diversas modalidades baseadas na utilização terapêutica dos princípios hidrodinâmicos e terapêuticos;

  • Compreensão básica do processo científico e suas repercussões na prática da Fisioterapia;

  • Compreensão do papel do fisioterapeuta na prevenção da doença e lesão e na promoção da saúde;

  • Competências genéricas e habilitadoras;

  • Competências de comunicação suficientes para comunicar eficientemente e em segurança, com outros profissionais, com utentes, acompanhantes e colegas;

  • Capacidades de avaliação suficientes para avaliar um utente de um modo seguro e eficiente, tendo em consideração as necessidades físicas, psicológicas e culturais específicas de cada utente;

  • Capacidade para recolher informação suficiente, com base no processo de avaliação, de forma a elaborar um plano de intervenção específico e efectivo, com o utente, utilizando competências de resolução de problemas e de raciocínio clínico;

  • Processo de avaliação e investigação suficientemente desenvolvido para localizar e utilizar evidência disponível, de modo a seleccionar e avaliar intervenções terapêuticas de um modo eficiente e seguro;

  • Reflexão e capacidade de participação no processo de aprendizagem, de modo a identificar objectivos pessoais e profissionais a serem atingidos através do desenvolvimento profissional contínuo e aprendizagem ao longo da vida;

  • Capacidade suficiente para utilizar competências estatísticas e de tecnologias de informação que permitam apresentar, tratar e analisar dados apropriadamente;

  • Utilização de tecnologias da informação e sistemas de gestão de dados de modo a manter registos dos utentes;

  • Conhecimento dos procedimentos de trabalho quer individual, quer de equipa, de modo a possibilitar o exercício profissional em diferentes contextos.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

A Fisioterapia é hoje exercida em múltiplos contextos de saúde. As necessidades do mercado exigem fisioterapeutas capacitados para trabalhar individualmente ou inseridos em equipas em ambientes tão diferenciados como:

  • Hospitais, Clínicas e centros de reabilitação, Centros de saúde, Centros e clubes desportivos, Lares de idosos, Piscinas terapêuticas, Escolas e Instituições de Ensino Especial, Fábricas, Companhias de Seguros e Estabelecimentos Termais, entre outros.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

COORDENAÇÃO DE CURSO

CARGO

GRAU

NOME

CATEGORIA

CONTACTO

Presidente Comissão Científica

Doutor

Maria António Ferreira de Castro

Prof. Adjunto

fisioterapia@estescoimbra.pt

Diretor(a) Departamento

Doutor

Luís Manuel Neves Silva Cavalheiro

Prof. Adjunto

 

® ESTESC | Todos os direitos Reservados.   POSI POSI EU W3C css W3C xhtml