• Notícias

Notícias

  • Publicidade Institucional
  • Estudante Internacional

Bengala inteligente para auxiliar doentes de Parkinson

Uma equipa multidisciplinar do Politécnico de Coimbra está a desenvolver uma bengala inteligente, concebida para facilitar a marcha das pessoas com doença de Parkinson. O projeto – batizado como Icanemusic e vencedor do concurso regional Poliempreende – já deu origem a um protótipo, estando agora em fase de validação experimental junto do público alvo.

“As dificuldades de marcha são uma das disfunções que mais contribuem para a diminuição da qualidade de vida dos doentes de Parkinson, com as consequentes restrições ao nível da autonomia e da participação social”, explica Marta Pereira, investigadora líder do projeto. Por norma, os doentes de Parkinson utilizam bengalas convencionais como apoio, mas estas “não resolvem os problemas específicos do padrão de marcha característico deste tipo de doentes, como por exemplo, os passos curtos, as alterações de cadência e o freezing”, acrescenta.

Tendo por base estudos científicos que indicam que a música melhora a marcha dos doentes de Parkinson (ouvir música induz a libertação de dopamina, um neurotransmissor que se encontra em défice na doença, e que é responsável pelo controlo do movimento), Marta Pereira concebeu uma bengala musical inovadora. A ideia surgiu ainda enquanto estudante de Fisioterapia da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (terminou a licenciatura em 2019) e está a ser desenvolvida em colaboração com os docentes Anabela Correia Martins (ESTeSC), Fernanda Coutinho, Jorge Barreiros e Marco Silva (Instituto Superior de Engenharia de Coimbra – ISEC).

A bengala analisa o padrão de marcha do doente em tempo-real, através de sensores incorporados, selecionando de forma inteligente a música mais adequada, dentro de uma lista de preferências musicais do doente. “Para que haja melhorias significativas, nomeadamente ao nível do comprimento do passo, cadência e simetria, as músicas utilizadas têm de ser adequadas ao padrão individual e ao gosto pessoal” justifica Marta Pereira.

Os testes de validação do Icanemusic estão atualmente em curso, esperando-se que a bengala possa ser lançada no mercado em breve. Os doentes de Parkinson interessados em testar o protótipo poderão contactar a investigadora Marta Pereira através do -mail martapereira.pm@gmail.com ou pelo telefone 934004663.

® ESTESC | Todos os direitos Reservados.   POSI POSI EU W3C css W3C xhtml