• Notícias

Notícias

  • Publicidade Institucional
  • Estudante Internacional

ESTeSC estuda impacto do confinamento na saúde da população

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra está a realizar um estudo com o objetivo de perceber o impacto do período de confinamento devido à Covid-19 na saúde da população.

Liderado por Maria António Castro, docente do departamento de Fisioterapia da ESTeSC, o estudo “Caracterização da atividade física e acompanhamento clínico durante o confinamento COVID-19” está a ser realizado por uma equipa multidisciplinar, que integra estudantes e diplomados de diferentes ciclos de estudos da Escola.

Com esta pesquisa, a equipa pretende concretizar dois objetivos. Por um lado, “perceber de que forma o período de quarentena devido à COVID-19 alterou os níveis de atividade física habitual da população”, explica a docente Maria António Castro. Deste modo, é estudada a periodicidade com que os inquiridos realizaram caminhadas e atividades físicas (vigorosas e moderadas) antes e depois do início do período de confinamento.

Por outro lado, a equipa pretende ainda analisar até que ponto foi afetada a participação “em qualquer acompanhamento/tratamento clínico regular que [a população inquirida] efetuasse antes do período de confinamento”. Radioterapia, fisioterapia, acompanhamento nutricional e acompanhamento psicológico são alguns dos tratamentos clínicos cuja continuidade poderá ter sido colocada em causa pelo período de quarentena.

O período de recolha de dados decorrerá ao longo do mês de maio, podendo participar no estudo todos os interessados, independentemente da idade, género ou condição física. Para isso, basta preencher o inquérito disponível em online (tempo de resposta aproximado: 5 minutos).

® ESTESC | Todos os direitos Reservados.   POSI POSI EU W3C css W3C xhtml